Vice-Governador Lincoln Tejota celebra oferta de mais 4 mil bolsas do Programa Universitário do Bem (ProBem)

 

O Vice-Governador, Lincoln Tejota, coordenador do Projeto Goiás de Resultados (GR) comemora o lançamento de mais 4 mil bolsas para alunos universitários da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), pelo Programa Universitário do Bem (ProBem). As inscrições começam no próximo dia 22, via site da OVG.

O ProBem é monitorado pelo GR e, graças ao pagamento antecipado da dívida de R$ 76 milhões do extinto programa Bolsa Universitária, foi possível oferecer esse benefício. “Como coordenador do Grupo Goiás de Resultados sempre aliamos esforços para fazer valer as nossas propostas prioritárias. Ofertar uma bolsa de estudos universitária para quem mais precisa é realizar o sonho de quem almeja ter uma melhor formação intelectual, mas não tem condições de pagar. É muito gratificante saber que nos últimos três semestres mais de 15 mil pessoas receberam ajuda para se formar e buscar melhores oportunidades na vida”, diz Lincoln.

“As bolsas parciais correspondem a 50% (cinquenta por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais). Já as integrais correspondem a 100% (cem por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais). É uma excelente ajuda para conquistar o diploma almejado”, completa.  

O Edital já está no site na OVG e as inscrições podem ser feitas a partir do dia 26 deste mês. Serão 3 mil de 50% e 1 mil de 100% para diversos cursos de graduação já para este semestre. 

Desde 2019, mais de 30 mil universitários foram beneficiados com bolsas de estudo pelo governo do estado. Atualmente o ProBem beneficia cerca de 12 mil estudantes em vulnerabilidade. 

O ProBem representa a oportunidade de acesso a milhares de jovens, em situação de dificuldade financeira para adquirir bolsas de estudos integrais e parciais para a primeira graduação em instituições de ensino superior privadas ou públicas não gratuitas localizadas no Estado de Goiás.

As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm seus limites maiores, R$ 2.900,00 (dois mil e novecentos reais) para parciais e R$ 5.800,00 (cinco mil e oitocentos reais) para integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos outros cursos.

O ProBem também promove a integração ao mundo do trabalho por meio do Banco de Oportunidades, que são cursos e estágios ligados à área de formação do bolsista e participação em projetos sociais. Além disso, o Programa oferece acompanhamento integral à família do bolsista, por meio da articulação com a rede socioassistencial.

Quem pode ganhar a bolsa

Para participar, o candidato precisa residir no Estado de Goiás, estar inscrito no Cadastro Único, ter vínculo com uma Instituição de Ensino Superior cadastrada no ProBem em curso superior de graduação, na modalidade presencial. 
Os alunos também não podem ter frequentado curso superior à distância, semipresencial ou EAD. É preciso confirmar que não tem condições financeiras (com a documentação exigida) e que se encontram em situaçã

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.