Vice-governador Lincoln Tejota recebe CUFA para discutir parceria

Projetos voltados para cultura, esporte e capacitação profissional estão entre as iniciativas abordadas

“Estamos trabalhando para vencer esse momento difícil de pandemia e, principalmente, amparando aquelas comunidades que a gente sabe que mais sofrem “. Assim o vice-governador Lincoln Tejota resumiu a disposição do governo de Goiás em acolher e atuar em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA) durante reunião com o presidente da entidade em Goiás, Breno Cardoso, a diretora de projetos, Edneusa Pereira e o padrinho da entidade, chef Marcos Soares.

A CUFA Goiás está presente em 22 cidades e 275 comunidades do estado, atuando para dar visibilidade e levando oportunidades por meio do esporte, da cultura e do empreendedorismo. A CUFA trouxe para Goiás o maior campeonato de futebol amador do país, o Taça das Favelas, e durante a pandemia atendeu com cestas básicas, 80 mil pessoas, ao fazer a ponte entre indústrias e empresas e as comunidades carentes.

A CUFA encaminhou ao vice-governador Lincoln Tejota a proposta de parceria institucional juntos aos vários projetos no esporte, cultura e capacitação profissional.

“Nosso governo tem focado na erradicação da pobreza e na promoção de oportunidades. Começamos nos 50 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano/IDH, e,  mesmo com a pandemia, estamos avançando. Essa parceria com a CUFA e a expertise que ela tem no atendimento às comunidades é muito bem vinda e certamente vai trazer ótimos frutos “, disse Lincoln Tejota ao final da reunião.

O presidente da CUFA em Goiás, Breno Cardoso, agradeceu a reunião e a receptividade. “Agradecemos o vice-governador pela oportunidade de apresentar nossos projetos. A CUFA tem trabalhado com a interlocução entre o poder público e as comunidades e vai ser muito bom atuarmos juntos", concluiu.

Uma nova reunião para aprofundar as discussões deve ser marcada até o final de novembro.