“Intuito é custar menos e produzir mais”, diz Lincoln Tejota durante balanço de entregas do programa Goiás de Resultados

Desde 2019, programa coordenado pelo vice-governador atua para agilizar entregas de serviços estratégicos que impactam a vida da população

Mais de 100 projetos vêm sendo trabalhados pelo Programa Goiás de Resultados, em parceria com os órgãos que compõem o Governo de Goiás, para entregar serviços que beneficiem diretamente a vida dos cidadãos por todo o estado. Na manhã desta terça-feira (27), o vice-governador Lincoln Tejota acompanhou por videoconferência a apresentação do balanço das últimas entregas feitas pelo programa.   

“Nosso intuito é custar menos e produzir mais. Estamos conseguindo fazer todos esses avanços com um quantitativo limitado de pessoal e custo quase zero. São 114 produtos que em breve sairão do papel e para alcançar toda a população do nosso estado”, disse o vice-governador. 

A maior parte desses processos não têm custo algum para os cofres públicos. Foram utilizadas inovações disruptivas para executar os projetos da administração pública, trazendo avanços na realocação de recursos e processos com foco no cidadão.

Além do vice-governador, que é coordenador do programa, também participaram da videoconferência o presidente da GOINFRA, Pedro Sales, o secretário-adjunto da Economia, Francisco Sérvulo, a subsecretária da SEAD, Lara Garcia Borges e o subsecretário da Secretaria de Industria, Comércio e Serviços (SIC), Bruno Netto, todos integrantes do Comitê Gestor do Programa Goiás de Resultados. Segundo Madson Ribeiro, que também é membro do Comitê Gestor, cerca de 50% das metas prioritárias devem ser executadas até junho de 2021. 

“Foi fazendo uma gestão transversal e integrada com os órgãos que conseguimos dar celeridade aos projetos que estavam engavetados há anos. Nosso comitê não desistiu quando se deparou com burocracias, acionamos quem fosse preciso e encontramos soluções. Sem dúvida, esses desentraves feitos por nós também ficarão como legado para a administração pública”, afirmou Tejota. 

Criado em maio de 2019 pelo governador Ronaldo Caiado, o programa é formado por oito diretrizes vinculadas a 20 metas prioritárias que se desdobraram em 114 produtos voltados aos serviços oferecidos aos cidadãos. Coordenador pelo vice-governador Lincoln Tejota, o programa aplicou estratégias de gestão integrada para estimular que órgãos de diferentes áreas trabalhem em conjunto. O objetivo é evitar desperdício de atividades que seriam feitas em duplicidade e garantir agilidade aos processos das entregas feitas pelo Estado. 

Resultados 

Lançado neste mês de outubro, o aplicativo “Tá na Lei” foi uma das entregas do Governo de Goiás, que contou com a atuação em conjunto do programa com a Secretaria de Estado da Casa Civil. A ferramenta facilita o acesso do cidadão aos decretos e demais atualizações da legislação estadual. Outra entrega recente que contou com a mão de obra do Programa Goiás de Resultados foi a implantação do “Selo Arte”, que regulariza a fabricação artesanal e gera renda aos produtores, com garantia de qualidade e controle sanitário dos produtos vendidos no comércio. 

Em breve, um dos produtos desenvolvidos pelo programa com a Metrobus vai transformar o sistema de bilhetagem do transporte público de Goiânia, permitindo que o usuário, além do embarque com o Cartão Fácil, compre sua passagem por QR-Code e usando cartão de crédito. O projeto ainda está em fase de testes e deve começar a funcionar nos próximos meses

A força-tarefa da Biometria, instaurada pelo programa no ano passado, envolve órgãos da segurança pública, saúde e gestão, para garantir a modernização dos processos de identificação do cidadão dentro do sistema público. Alguns desses produtos já chegaram à população de Goiás como a Biometria Neonatal e Identificação de Desaparecidos. O Sistema Estadual de Informações Cidadãs (SEIC), que prevê a integração das informações do cidadão em um único banco de dados, já foi aprovado pela Assembleia Legislativa e também será implementado em breve. 

Os resultados alcançados pela força-tarefa da Ressocialização também se destacam dentro do programa. O sistema prisional, em parceria com diversos órgãos estaduais, aumentou a quantidade de atividades que usam mão de obra carcerária dentro e fora das unidades prisionais, gerando postos para a empregabilidade de presos. 

O vice-governador afirmou que está satisfeito com o avanço do Programa Goiás de Resultados, mas sabe que ainda há muito o que ser feito nos próximos anos. “Temos muito caminho pela frente, mas não podemos deixar de celebrar todas essas conquistas que estão saindo do papel e alcançando o povo, melhorando nossa sociedade”, finalizou.