“Selo Arte” é mais uma entrega do Programa Goiás de Resultados

Goiás é o primeiro estado do Centro-Oeste a conceder o selo. Além das três queijarias contempladas, mais sete estabelecimentos já estão com projetos aprovados

O governo estadual tem trabalhado em diversas vertentes para a retomada da economia em Goiás. Uma das ações adotadas com esse objetivo é a regularização dos pequenos produtores rurais, assentamentos e cooperativas, com oferta de condições que possam aprimorar ainda mais a produção, o que contribui também para o fomento das atividades econômicas no estado.

Esta é também uma das metas do programa Goiás de Resultados, coordenado pelo vice-governador Lincoln Tejota, e que recentemente entregou mais um resultado para a população do estado: O Selo Arte. Criado pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e desenvolvido pelo Governo de Goiás, o “Selo” é uma forma de regularizar a fabricação artesanal de queijos, gerar renda ao produtor, com garantia de qualidade e controle sanitário dos produtos ofertados à sociedade.

A primeira entrega em Goiás aconteceu no último dia 3, e foi feita pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, a produtores de queijarias artesanais da Fazenda Coqueiral (Corumbá de Goiás), Santa Fé da Lagoinha (Santo Antônio do Descoberto) e Queijaria Lima (Alexânia).

Lincon Tejota comemora mais uma entrega do programa Goiás de Resultados, que junto à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e outros órgãos da administração, garantiu acesso do produtor ao mercado formal. “Tenho alegria em falar do Goiás de Resultados. É muito gratificante poder unir nossas pastas em prol de resultados para os goianos. Temos somado entregas e o Selo Arte marca o trabalho incansável do governador Ronaldo Caiado e de todo o Governo de Goiás pela retomada da economia de nosso estado”, afirma o vice-governador.

Outra entrega do Goiás de Resultados voltada para a agricultura rural que fomenta o Selo Arte é o Programa Empreendedor. Lançado em março deste ano pelo governo estadual, por meio da Seapa, o programa oferece linha de crédito para produtores rurais com valores que vão de R$ 3 mil a R$ 50 mil com objetivo de atender, especialmente, agricultores familiares, estimulando negócios, geração de renda e oportunidades mais justas para o setor. Segundo Tejota até o final de 2022, a meta do GR em relação ao programa Empreendedor é a criação de 380 estabelecimentos com CNPJ voltados à agroindústria.

Outras ações fazem parte do compilado do governo em prol do fortalecimento da agricultura familiar e, consequentemente, o fomento da economia em Goiás. Além das linhas de créditos, a regularização fundiária e a entrega de energia elétrica nos assentamentos são um exemplo do trabalho desenvolvido pelo executivo. O vice-governador destaca que as iniciativas fortalecem as atividades econômicas de Goiás começando pelos municípios com menores índices de desenvolvimento humano. “Isso é regionalização de desenvolvimento, é a reconstrução de um estado que anseia por dias melhores. E valorizar os nossos produtores e artesãos, que trabalham com nossa terra, fará toda diferença nesse recomeço”, ressalta.

Goiás de Resultados e entregas

O programa Goiás de Resultados foi criado em 2019 pelo governador Ronaldo Caiado, que determinou que a coordenação ficasse sob responsabilidade do vice-governador Lincoln Tejota. O GR é uma iniciativa do Governo de Goiás e está estruturado em consonância com o Plano de Governo e o Plano Plurianual.

São oito diretrizes, que abarcam 20 metas prioritárias e se desdobram em 33 entregas que produzem transformação social nas mais diversas áreas da administração pública estadual. Ao todo, são 114 produtos que deixarão um legado de benefícios aos goianos. Os trabalhos são organizados por meio de forças-tarefas, que possuem representantes dos órgãos estaduais afins com os objetivos de cada uma.

Além dos avanços em Biometria Cidadã, a regionalização da saúde, intensificada nos últimos meses em razão da pandemia de Covid-19, é uma das entregas da diretriz Goiás da Saúde Integral. A regionalização do desenvolvimento também é outro produto do GR, em parceria com a Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), por meio da Força-Tarefa do Desenvolvimento Econômico Regional. Ainda nesse grupo de trabalho, a digitalização total da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) é outra meta que já foi atingida, promovendo agilidade na prestação dos serviços.