Vice-governador Lincoln Tejota se reúne com representantes da Associação dos Policiais Penais de Goiás (Asspego)

A criação da Polícia Penal Estadual foi a pauta da videoconferência

Por meio de videoconferência, o vice-governador se reuniu nesta quinta-feira, 04, com representantes da Associação dos Policiais Penais de Goiás (Asspego) para discutir a possível alteração da categoria de agentes prisionais para policial penal em atendimento à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 104/19 que cria as polícias penais Federais, Estaduais e Distrital.

Em Goiás, a mudança na categoria ainda não foi realizada e, de acordo com presidente da Asspego, Adalto Nunes, a adequação para a qual a associação pede o apoio do governo estadual está dentro da lei e não irá gerar nenhum impacto financeiro à administração pública. Além disso, a PEC prevê que o preenchimento do quadro de servidores das polícias penais será feito, exclusivamente, por meio de concurso público ou pela transformação dos cargos isolados ou de carreira dos atuais agentes penitenciários ou equivalentes.

“A transformação de agentes prisionais em policiais penais proporcionará maior respaldo jurídico para a atuação no combate ao crime organizado dentro dos presídios e influenciará diretamente na redução dos índices de criminalidades nas ruas”, afirmou o representante da categoria em Goiás.

Para o vice-governador Lincoln Tejota, a mudança da categoria é importante não só para a classe, mas para toda a população e ainda governo estadual. “É notório o cuidado e o respeito que o governador Ronaldo Caiado e eu temos com todos nossos servidores. Desde que a PEC foi aprovada, fiquei bastante feliz com o resultado. Além de apoiador do trabalho policial, tenho familiares que atuam nesta área e ajudam a promover a segurança de nosso estado. Tudo aquilo que vem para fortalecer e reconhecer um trabalho feito com excelência, tem o meu apoio”, ressaltou Tejota.

“É um sonho da categoria esse reconhecimento, mas também do próprio governo a fim de proporcionar a melhoria da qualidade de vida da nossa população. O governo tem trabalhado atentamente para proporcionar ao povo goiano mais segurança e os resultados têm sido positivo. Não podemos parar, vocês têm meu total apoio”, destacou o vice-governador.

Ele enfatizou ainda que entre os próximos passos está a apresentação do projeto ao governador Ronaldo Caiado que, quando senador, votou favorável à aprovação da proposta.

Participaram da reunião a vice-presidente da Asspego, Aletheia Luthiane Falcão, o secretário-geral da Aspego, Marcelo Zuppani e o membro do comitê gestor do Goiás de Resultados, Madson Rodrigues.