Onofre Quinan

1983 a 1986

Onofre Quinan nasceu em Vianópolis, em 29 de outubro de 1926, filho de Antônio José e de Jandira Bretas. Em 1950, fundou e tornou-se diretor comercial da firma Quinan & Cia. Ltda., voltada para o comércio varejista de ferragens e ferramentas para agricultura. Introdutor do gás de cozinha em Goiás, em 1956 criou a Onogás S.A., empresa responsável pelo engarrafamento e distribuição do produto no estado. Em 1972, com a incorporação da Quinan pela Onogás, nasceu a Onogás S.A. Comércio e Indústria, estabelecimento do qual passou a ser diretor-presidente.

Em 1974, com quase 50 anos, matriculou-se num curso supletivo de primeiro e segundo graus em Goiânia, formando-se no ano seguinte. Iniciou sua carreira política em novembro de 1982, elegendo-se vice-governador de Goiás na chapa encabeçada por Iris Rezende. Empossado em março seguinte, assumiu a chefia do Executivo estadual em fevereiro de 1986, quando Iris se licenciou do cargo para ocupar o Ministério da Agricultura no governo de José Sarney.

Eleito senador por Goiás pelo PMDB em outubro de 1990, tomou posse em fevereiro seguinte e integrou como titular diversas comissões, dentre as quais as de Assuntos Econômicos e de Infraestrutura, Assuntos Sociais, Serviços de Infraestrutura e de Fiscalização e Controle do Senado.

Faleceu em Brasília no dia 14 de janeiro de 1998, em pleno exercício do mandato.. Era casado com Lídia Araújo Quinan, eleita deputada federal pelo PMDB goiano em 1994 e reeleita em 1998, com quem teve quatro filhos.